Entry: não ver que a verdade, Friday, June 15, 2012



na internet
H diz procurar
um homem divertido, sincero,
responsável, trabalhador
para amizade ou algo mais.
está a sorrir numa fotografia, no
canto superior esquerdo
de um rectângulo. o resto
do rectângulo está-lhe dedicado,
pagou por ele, alugou um
pequeno espaço para dizer
que tem qualidades, defeitos
menores, que gosta
de aventura, de mistério,
de surpresa, que não
pode comer ovos, porque a fazem
ficar indisposta, que já está
há mais de três anos sem
ir às consultas de psicoterapia
e que se sente bem consigo
mesma. e no computador
portátil, aberto ao meu lado
na mesa da esplanada do café
habitual, este homem está
parado em H, atentamente
a ler o que H diz acerca
de si mesma. mas se for alérgico
à saliva dos gatos é possível
que nunca a convide para sair,
que nunca se apresentem com
base no emprego que têm, e não
nas pessoas que são ou que, no mínimo,
julgam ser.

   0 comments

Leave a Comment:

Name


Homepage (optional)


Comments