Entry: fogo de artifício e húmus Thursday, July 05, 2012



os homens do serviço de meteorologia
percebem mais de poesia do que eu
quando me dizem à distância ao longo
dos cabos do cobre da fibra óptica
que estão 17 graus centígrados na
zona do Cabo Carvoeiro só que não
pensam nisso e eu sim eu penso
nisso e observo-os a construir um
conjunto de metáforas de imagens de
poemas ao longo de várias gerações
guardados em livros em armários em
arquivos de televisão em caches de
sites na internet os homens da meteorologia
funcionam como demiurgos invisíveis
a mexer numa música magnética de
fios de satélites de aviões minúsculos
que deixam um rasto de nuvens brancas
artificiais iguais à formação em V das
aves migratórias mas os homens da
meteorologia não se apercebem destas
coisas a sua única preocupação
é não confundir a humidade do ar
e a velocidade do vento com um
violoncelo.

   0 comments

Leave a Comment:

Name


Homepage (optional)


Comments