Entry: um processo de electrólise Friday, July 06, 2012



uma meia no meio do lixo da casa
em cima de um livro teu, para que
me lembre que o amor são antes
de mais insectos quotidianos,
insignificâncias com um valor exacerbado,
permanências das mãos, dos lábios,
dos olhos, coisas que te edificaram
ao longe, quando o tempo não era
nosso em comunhão. sentir
falta do edifício do teu corpo quando
vejo uma meia e um livro no meio
do lixo da casa, faróis nocturnos
que apontam um local onde desembarcar
não é perigoso.

   0 comments

Leave a Comment:

Name


Homepage (optional)


Comments